Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Connepi 2018 revela produção contínua de pesquisa, inovação e empreendedorismo no âmbito dos Institutos Federais

Quando o estudante do curso técnico de Informática do IFPA, Cristhyan Silva, pensou em suprir, ainda que parcialmente, uma carência essencial para parte das pessoas que vivem no mundo contemporâneo, não imaginava que sua experiência iria transpor as fronteiras do campus Ananindeua do IFPA, na região metropolitana de Belém, para ser reconhecida como exemplo de superação das dificuldades no acesso à internet. Cristhiyn é um dos estudantes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica presentes na décima segunda edição do Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi 2018).

Estudante Cristhyan Silva, do IFPA, desenvolveu sistema de automação domiciliar utilizando circuito arduino e transmissão via bluetooth

O projeto desenvolvido por Cristhyan, com a orientação do professor Adelmar Aviz, foi inspirado numa atividade extraclasse que desafiava os alunos a desenvolverem alternativas para automação em locais onde não houvesse acesso à internet. Ao chegar em casa, o estudante percebeu que o desafio lançado pelo professor fazia parte das dificuldades vivenciadas pelo próprio Cristhyan na localidade onde mora, distante cerca de 20 quilômetros do campus Ananindeua, onde o sinal da internet não está disponível.

Maquete que simula a automação residencial com utilização de sinal bhuetooth foi construída artesanalmente com casca de buriti, árvore comum na região norte

O projeto denominado “Internet das Coisas - IOT uma aplicação prática do Arduino”, possibilita a automação de edificações por meio de um microcontrolador com alcance médio de 100 metros de distância, com transmissão via bluetooth, projetado a partir da plataforma Arduíno, que vem sendo largamente utilizada em todo o mundo como forma de  tornar a robótica mais acessível. Por meio do projeto, o aluno conseguiu automatizar todos os comandos de sua residência, a exemplo do acionamento de lâmpadas e de equipamentos elétricos, que pode beneficiar pessoas com dificuldades de locomoção e idosos com o uso de tecnologias assistivas.

Pró-reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IF Sertão-PE, Luciana Cavalcanti, ladeada por alunas dos campi Petrolina Zona Rural, Petrolina e Salgueiro durante Mostra Tecnológica no stand do IF Sertão-PE

Outro projeto em destaque, denominado “Desenvolvimento, aperfeiçoamento e aplicação de tecnologias assistivas”, demonstrado pela aluna Tatiane Gonçalves, do curso superior de Sistemas para Internet do campus Salgueiro do IF Sertão-PE, sob a orientação do professor Marcelo Santos, permite que pessoas com necessidades especiais, a exemplo do estudante Daniel, também graduando do próprio curso e portador de paralisia cerebral, utilizem dispositivos como computadores pessoais, acionando os teclados a partir de um piscar de olhos. Um sensor adaptado aos óculos do usuário capta o fechamento da retina conforme o acendimento de determinadas luzes que piscam em cores variadas e previamente codificadas, para que o usuário responda a um sinal de comando que resulta na digitação das teclas desejadas. A iniciativa vem recebendo reconhecimento e premiações em eventos científicos realizados tanto em âmbito institucional interno, a exemplo da Jornada de Iniciação Científica e Extensão (Jince 2018), realizada em outubro no campus Santa Maria da Boa Vista do IF Sertão-PE, na qual foi premiado, quanto em eventos externos regionais e nacionais.

Aluna do campus Salgueiro do IF Sertão-PE apresentou o projeto “Desenvolvimento, aperfeiçoamento e aplicação de tecnologias assistivas”. durante o Connepi 2018

 Já as alunas do curso técnico em Marketing Juliana Cardoso e Elenilda Oliveira, orientadas pela professora de Biologia Hanna Bezerra e o professor de Matemática Dimitri Mahmud, do campus Santana do IFAP, desenvolveram um aerogerador que compõe o projeto “Energia eólica: construção de um protótipo de aerogerador como fonte de energia alternativa e renovável”, destinado e converter energia eólica em energia elétrica com o objetivo futuro de alimentar equipamentos eletrônicos no campus com a utilização de energia limpa. O caráter peculiar do projeto, além da inovação para aplicação em menor escala da energia eólica, é o fato de ser multidisciplinar, ao arrolar conhecimentos de diversas áreas. 

Além da Mostra Tecnológica, o IF Sertão-PE apresentou outros trabalhos e produções dos sete campi da Instituição

As hélices foram construídas por impressora 3D e a eficiência foi adequada, não obstante o projeto ainda necessite de alguns aperfeiçoamentos no que concerne à acumulação de energia e à conversão da tensão alternada em tensão contínua. “Em relação à funcionalidade do aerogerador, após algumas correções, pretendemos instalar no telhado do campus e disponibilizarmos tomadas na área de convivência para que os estudantes e servidores carreguem seus celulares e outros equipamentos”, explicou a professora Hanna. O XII Connepi terá sua cerimônia de encerramento na tarde desta sexta-feira (30), após a conclusão da programação prevista para a manhã. 

Reitoria

 

    • Rua Coronel Amorim, 76 - Centro
      CEP: 56302-320 | Petrolina/PE - Brasil
    • comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
    • (87) 2101-2350

 

  • Anexo 1 - Rua Valério Pereira, 72 - Centro
    CEP: 56304-060 | Petrolina/PE - Brasil
  • (87) 2101-2359