Portal do Governo Brasileiro

 


Março Lilás Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Projeto do Campus Floresta que busca a valorização e certificação dos produtos cárneos e do trabalho de criadores de caprinos e ovinos de Floresta e Região é aprovado em seleção nacional 

Estimular que os produtos cárneos de caprinos e ovinos do Sertão de Itaparica se tornem uma identidade registrada e reconhecida nacionalmente por origem geográfica e técnicas de produção e abate únicos, que garantam a qualidade e sabor inconfundível dos produtos de Floresta e região. Esse foi o desafio assumido por uma equipe de alunos e professores das áreas de agropecuária, administração e tecnologia do IF Sertão-PE Campus Floresta envolvidos no projeto “Manual Virtual de Propriedade Intelectual da Carne Caprina e Ovina no Sertão de Itaparica”.

 

A motivação é ideia de que a carne caprina e ovina de Floresta e Região ao ser identificada por sua característica e qualidade ímpar possa pleitear um selo de Indicação Geográfica junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual, o que garantiria uma valorização do produto oriundo do Sertão de Itaparica, por permitir que os consumidores tenham a certeza de que estão adquirindo um produto diferenciado pela qualidade da sua procedência, além de valorizar a cultura local e fomentar atividades turísticas.   

“Não só Floresta como a região é conhecida por produzir a carne de bode e de carneiro, a carne produzida aqui tem uma qualidade peculiar, tem caraterísticas peculiares, e a questão da flora nativa específica daqui, da qual esses animais se alimentam, garantem um diferencial no sabor, então a proposta é que a gente se apodere dessas características, que os produtores tenham esse reconhecimento sobre essas peculiaridades tão inerentes à região. A expectativa é a gente gerar um ar empreendedor e identificar quais os produtos que tem o potencial para ganhar a certificação”, explica a professora Fabiana Dantas, Coordenadora do Projeto.

E até que os produtores da região estejam prontos para pleitear a certificação de reconhecimento do INPI existem alguns passos a serem percorridos e objetivos a serem alcançados, como a padronização dos produtos e técnicas de produção oriundos de caprinos e ovinos em Floresta e região; criação e fornecimento de um protocolo para os produtores que atuam em cada uma das etapas do arranjo produtivo (desde a criação dos animais, abate, produção de derivados, até a comercialização) e muita capacitação. 


Alunas bolsistas realizaram levantamento de informações e entrevistas com comerciantes de produtos ovinos e caprinos na cidade de Floresta

Para isso o Projeto Desenvolvido no Campus Floresta terá 02 anos de duração, e trabalha em três diferentes linhas de ação: levantamento de informações e orientação juntos aos criadores de animais, identificação dos produtos cárneos produzidos e pontos de comercialização em Floresta para construção de proposta de padronização; e construção de uma plataforma virtual com informações para produtores e consumidores finais.

No momento a pesquisa está sendo desenvolvida apenas em Floresta, com uma amostra de 10 produtores, e seguindo as orientações sanitárias para prevenção ao novo coronavírus as entrevistas com os criadores de animais estão sendo realizadas por videochamadas.

O projeto conta com a participação ativa de alunos bolsistas e voluntários, de acordo com a coordenadora os alunos do curso de Gestão da Tecnologia da Informação sob orientação do professor Paulo Thiago, são os responsáveis pelo desenvolvimento da plataforma digital. Há ainda a atuação de alunas do curso de Ensino Médio Integrado ao Técnico em Administração na modalidade PROEJA e do curso de Ensino Médio integrado ao Técnico em Agropecuária que na etapa inicial do projeto desenvolvem junto com a professora Fabiana Dantas a aplicação de questionários de pesquisa para levantamento de informações junto aos criadores de animais e comerciantes de produtos cárneos. Há ainda atuação dos docentes voluntários Silvana Belém, e Emanuel Medeiros, e do voluntário externo Osório Nunes.

A plataforma virtual que está sendo desenvolvida hospedará serviços como cadastro de produtores de caprinos e ovinos da região, orientação técnica educativa para os produtores sobre a certificação de produtos cárneos, Manual de Propriedade Intelectual da carne caprina e ovina oriunda do Polo de Itaparica, conterá toda a descrição das características da região, dos processos utilizados na região, identificação dos fatores naturais e humanos que compõem o ecossistema do agronegócio da região; ranking dos produtores e das agroindústrias da região; vitrine de produtos de origem caprina e ovina; dentre muitos outras possibilidades. “A partir dessa plataforma a gente vai disponibilizar educação,  banco de dados da cadeia produtiva com a possibilidade de estar integrado ao banco de dados de outros órgãos controladores e de pesquisa; além de disponibilizar mapa da região mostrando onde estão os principais rebanhos e agroindústrias”, complementa Fabiana.


O projeto conta ainda com um perfil no Instagram @manual.virtual que é alimentado com orientações técnicas, sobre propriedade intelectual e imagens do andamento da pesquisa

O projeto está inserido no contexto da Economia 4.0 adaptado ao contexto da agropecuária de fomentação do uso de tecnologias em busca da otimização da produção e gestão agropecuária em diferentes estágios, aprimorando o controle, o monitoramento e a forma de se trabalhar através do uso de tecnologias integradas, como softwares e outros sistemas. “Sei que todo esse trabalho não faremos sozinhos, precisaremos de parcerias, no futuro quando chegarem os equipamentos a gente vai ter a possibilidade de ter um laboratório de empreendedorismo inovador dentro do campus, vamos ter mais uma possibilidade de agregar pessoas, tem um trabalho longo pela frente, puxado, mas estou bem otimista com essa equipe fantástica”, afirma Fabiana.

 O projeto “Manual Virtual de Propriedade Intelectual da Carne Caprina e Ovina no Sertão de Itaparica” foi um dos 60 projetos selecionados pela Chamada Pública 05/2020/ IFES/SETEC/MEC – para apoio ao desenvolvimento de projetos de empreendedorismo inovador relacionados a Economia 4.0, sendo o único representante do IF Sertão-PE e com o objetivo de beneficiar toda a cadeia produtiva de caprinos e ovinos do sertão pernambucano. Cada projeto selecionado será contemplado com recursos financeiros da ordem 230 mil reais para o desenvolvimento de atividades dos bolsistas e aquisição de infraestrutura para a pesquisa. A realização do projeto segue até dezembro de 2022 e prevê ainda a realização de uma série de eventos e capacitações voltadas a fortalecer o trabalho dos criadores e agroindústrias de Floresta e região.

Campus Floresta

 

  • Rua Projetada, S/N, Caetano II - N4
    CEP: 56400-000 | Floresta/PE - Brasil
  • cf.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 99635-0001 / (87) 99635-0015