Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Alunos da Pós Graduação em Educação Intercultural são recepcionados em aula inaugural no campus Floresta

Na tarde desta quinta-feira (8) os 50 alunos da Especialização Latu Sensu em Educação Intercultural Indígenas e Quilombolas estiveram presentes ao auditório do campus Floresta do IF Sertão-PE para a aula inaugural do curso. 

 

A aula inaugural contou com cerimonial de recepção aos novos alunos do campus Floresta e a execução do hino nacional seguido das palavras do Chefe do Departamento de Administração, Luis Carlos Nunes, que externou o orgulho do campus em sediar o curso e oferecer a oportunidade de acordo com as demandas sociais da região de Floresta, além de reafirmar a responsabilidade de todos os que compõe o campus Floresta na garantia da formação de qualidade e gratuita.

Na sequência o Coordenador de Pós-Graduação na Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação Marcelo Coelho discursou seguido da Vice-Coordenadora da Especialização em Educação Intercultural, Edvânia Granja “desde o início da primeira turma esse curso foi feito em parceria com as lideranças indígenas em quilombolas para atender as necessidades de todas as comunidades, tudo foi pensado de forma colaborativa e hoje estamos satisfeitos em presenciar o início da segunda turma. Muitas instituições de ensino superiora já entraram em contato com o IF Sertão-PE em busca do projeto deste curso para que possam replicar em estados como Goiás, Amazonas, Rondônia; já somos referência”, afirmou a docente.


Alunos da especialização foram recepcionados em aula inaugural, o curso terá duração de dois anos

O Coordenador da Educação Intercultural, professor Herlon Alves Bezerra discursou reforçando a ideia de que o Instituto Federal é feito para o povo brasileiro e que cabe a cada cidadão se apropriar do espaço e das possibilidades ofertadas. “Este espaço deve ser tomado profundamente por nós e por nossos interesses, o IF está aberto para a recepção daquilo que vocês são, indígenas, quilombolas, nordestinos, e este é um curso de interdisciplinaridade para fomentar exatamente esse resgate da cultura de cada um de nós”, disse o coordenador.

O curso destina-se a atender as demandas de formação continuada, preferencialmente de profissionais de educação pertencentes aos povos indígenas e comunidades quilombolas do estado de Pernambuco, de estados circunvizinhos, assim como à profissionais de educação que atuem em instituições educativas que prestem serviços educacionais a tais populações, ou interessados em se aproximar do assunto.

Os estudantes realizaram apresentações individuais e expuseram as expectativas individuais com relação ao curso

Para José Pereira da Silva, aluno da especialização e cacique do povo Kambiwa, a realização da segunda turma da especialização é positiva para todos os povos e comunidades. “É uma alegria e avanço para todos a oportunidade de estarmos juntos aqui para nos qualificar, em uma instituição gratuita, numa pós-graduação com o objetivo de auxiliar nas necessidades de nossos povos”, afirmou o líder indígena.

Dentre os alunos estão representantes dos povos indígenas Xucuru, Truka, Pankará, Pipipã, Entre Serras, Atikum, Kambiwá, Pankararu, Pankaiwka, além de comunidades quilombolas de diversas partes de Pernambuco. Após a aula inaugural as atividades prosseguiram com a apresentação do curso feita pelo Coordenador e Vice-Coordenadora, e a disciplina de Metodologia.

 

Campus Floresta

 

  • Rua Projetada, S/N, Caetano II - N4
    CEP: 56400-000 | Floresta/PE - Brasil
  • cf.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 3877-2825 / (87) 3877-1104