Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Confira como foi o segundo dia da II ENAMO

Ocorreu, na quarta-feira (24), o segundo dia do II Encontro de Apicultores e Meliponicultores de Ouricuri (ENAMO), que nesta edição tem como tema “Criação de Abelhas e os Desafios Atuais no Nordeste”. O encontro é organizado pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão de Abelhas (Nupea) do campus Ouricuri do IF Sertão-PE, em parceria com a Associação de Apicultores de Ouricuri (AAPIO). O evento foi realizado no auditório da Organização Não-Governamental Caatinga. No local, aconteceram palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos de pesquisa e extensão.

 

O evento teve início com a mesa redonda “Cenário da Apicultura e Meliponicultura no Estado de Pernambuco”

A programação teve início com a mesa redonda “Cenário da Apicultura e Meliponicultura no Estado de Pernambuco”, que foi presidida pelo professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Marcelo Cassimiro Cavalcante, e contou com representantes da Federação de Apicultores e Meliponicultores de Pernambuco (FEAMPE), da Associação Pernambucana de Apicultores e Meliponicultores (APIME), da AGRODÓIA, da AAPIO, da Organização Não-Governamental Caatinga e da Associação Nordestina dos Criadores de Abelha sem Ferrão (ANCASF).

  O pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Daniel Santiago Pereira,  apresentou a palestra “Produção e Manipulação das abelhas rainhas africanizadas no Semiárido”

Em seguida, foi iniciada a palestra “Desafio atual no Nordeste: criar abelhas para produzir abelhas” proferida pelo professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Breno Magalhães Freitas. Logo após, o meliponicultor Francisco das Chagas Carvalho, proprietário do Refúgio das Abelhas, em Moreilândia-PE, ministrou a palestra “Desafios da Criação de Abelhas Nativas sem Ferrão”. E, no final da manhã, ocorreu a palestra “Nutrição e Manejo Alimentar em Abelhas Apismellífera” proferida pelo docente do campus Limoeiro do Norte do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Roberto Henrique Dias da Silva.
O turno vespertino foi iniciado com a palestra “Fortalecimento de colônias e seus impactos no conforto térmico das abelhas Apismellífera”, ministrada pelo doutorando da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Daniel de Freitas Brasil. Em seguida, aconteceu a apresentação da palestra “Produção e Manipulação das abelhas rainhas africanizadas no Semiárido” pelo pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Daniel Santiago Pereira. Ainda aconteceram as palestras “Agregando valor aos produtos apícolas” e “A arte de Fumegar” proferidas, respectivamente, pelo professor do campus Sobral do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Júlio Otávio Pereira, e pelo biólogo, apicultor e presidente da FEAMPE, João Luiz Aleixo da Silva, o Lula do Mel. 

 

O senhor João Luiz Aleixo da Silva apresentou a palestra " A ARTE DE FUMEGAR


O professor Breno Magalhães discorreu sobre a importância do evento: “O encontro é excelente. Eu já estive no primeiro em 2015 e já tinha sido muito bom. Este ano, pela própria experiência do anterior, ele está melhor ainda, inclusive com mais palestrantes e discutindo temas diversos e é importantíssimo para a região por que está sendo abordado temas locais”.
O apicultor João Luiz Aleixo considerou a segunda edição do ENAMO como fantástica. “É um verdadeiro congresso científico. Tivemos um momento com palestras e outro com apresentações de pesquisas sobre a Apicultura e a Meliponicultura. Está sendo o evento mais importante sobre o assunto no estado de Pernambuco”,falou.

O meliponicultor Francisco das Chagas proferiu a palestra “Desafios da Criação de Abelhas Nativas sem Ferrão”

Por fim, foram iniciadas as apresentações dos 24 trabalhos científicos inscritos no encontro. O professor do campus Ouricuri do IF Sertão-PE e membro do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Abelhas (Nupea), João Paulo de Holanda, avaliou as apresentações. “Foi a primeira vez que o evento abriu a oportunidade para apresentação de banners e avalio que tivemos uma procura muito boa. Os trabalhos abordaram a criação das abelhas Apismellífera e das abelhas sem ferrão. E, neles, foram estudados manejo, nutrição, comportamento das abelhas... Bom, a amplitude de assuntos foi salutar para os que participaram do Encontro de Apicultores e Meliponicultores de Ouricuri”, disse o docente, o qual informou que os trabalhos expostos na segunda edição do ENAMO terão os resumos expandidos publicados na Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável (Revista Verde), periódico do Grupo Verde de Agroecologia e Abelhas (GVAA).

No final, ocorreu a apresentação de banners

O aluno do Subsequente em Agropecuária, Romário Monteiro, contou o sentimento de estar apresentando os trabalhos “Fluxo de Entrada e Saída da Abelha Jati (Plebeia flavocincta) em Meliponário Didático no Município de Ouricuri” e “Atividade de Voo da Abelha Marmelada (Frieseomelitta varia) em Meliponário Didático no Município de Ouricuri” realizados pelo Nupea. “Muita felicidade em saber que as pesquisas foram realizadas com sucesso”, disse. O presidente da comissão organizadora da II ENAMO, Társio Alves, avaliou o segundo dia do evento. “Tivemos as palestras e a mesa redonda que foram aprovadas pelo público que interagiu bastante com palestrantes e debatedores. Assim, considero o dia foi bastante proveitoso”, falou.

Fotos: Lídio Parente

Campus Ouricuri

 

  • Estrada do Tamboril, S/N
    CEP: 56200-000 | Ouricuri/PE - Brasil
  • co.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 98122-2215/98122-3778