Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Evento orienta como prevenir e proceder em casos de acidentes com animais peçonhentos

O que fazer para prevenir acidentes com animais peçonhentos? E se acontecer, como proceder? O II Encontro de Saúde no Campo, realizado nesta sexta-feira (10), no campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE, respondeu a essas perguntas, a partir de um bate-papo bem descontraído com o analista ambiental Fábio Walker, o biólogo Luciano Modesto, convidados do Centro de Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna), e a professora Carla Samantha. 

"Eles vão ser multiplicadores", disse Fábio Walker

 

A prevenção e procedimentos em acidentes com cobras peçonhentas foi o primeiro tema abordado no evento. Fábio Walker falou sobre as principais famílias de serpentes da caatinga, suas características, sintomas e ações tóxicas decorrentes da picada, complicações quando não se faz o procedimento correto, além do uso do soro antiofídico e técnicas de manejo do animal.

 

Exemplar da salamanta chamou atenção dos alunos

 

“O evento é extremamente importante. Hoje as questões ambientais estão no auge, mas ainda não têm o respeito total por parte de governantes e é legal que instituições de ensino tomem essa iniciativa, principalmente na parte prática. Os alunos muitas vezes saem para o campo faltando detalhes e é ideal que  preparados eles estiverem. Eles vão ser multiplicadores dessa informação”, disse Fábio Walker. 

 

Estudantes puderam ver na prática as características de serpentes da caatinga

Em seguida, Luciano modesto tirou dúvidas sobre os riscos e como agir em casos de contato com aranhas, escorpiões e barbeiros, que, apesar de não ser peçonhento é recorrente na zona rural e transmissor de uma doença grave. Para a estudante Lívia Caroline, o evento foi muito importante. “Nunca tinha tido acesso a essas informações e, através delas, nós podemos agir melhor, nos cuidar e preservar nosso ambiente”, afirmou.

 

Professora Carla Samantha chamou atenção para importância das abelhas no meio ambiente

Durante a tarde, a professora Carla Samantha falou sobre acidentes com abelhas, os sintomas de quadro de envenenamento e como se prevenir ou agir em casos de ataques. Ressaltou ainda a importância das abelhas para o meio ambiente. “Temos que lembrar que as abelhas são insetos polinizadores e sem elas nós teríamos uma baixíssima ou nenhuma produção de alimentos”, alertou.

De acordo com uma das organizadoras do II Encontro de Saúde no Campo, a professora Elizângela Souza, o importante é ter a informação correta e saber como agir para evitar acidentes ou complicações. “Já que o nosso campus está na zona rural, a gente tem que saber conviver com os animais que aqui moram, de forma sociável, que não destrua, não mate esses animais”, afirmou. 

Campus Petrolina Zona Rural

 

  • PE 647, Km 22, PISNC N - 4, Zona Rural, Cx. Postal 277
    CEP 56.302-970
    Petrolina-PE
  • cpzr.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 2101-8050