Egresso do curso técnico em Edificações toma posse como servidor do campus ouricuri

O que você faz quando tem um sonho de vida? O técnico em Edificações Samuel Tavares persegue até realizar, mesmo que signifique fazer alguns sacrifícios. Os frutos, ele sabe bem, são compensadores. Samuel, que sempre quis ser engenheiro civil, cursou o técnico em Edificações no campus Salgueiro do IF Sertão-PE, para se preparar para o vestibular em Engenharia. Aprovado no vestibular, ele também passou em um concurso público para poder, com o trabalho, pagar a faculdade. E agora, prestes a se formar, foi novamente aprovado em concurso, desta vez, para a instituição que apoiou o início da sua carreira na construção civil. Ontem (26), ele foi um dos novos servidores do IF Sertão-PE a tomar posse, e vai trabalhar como técnico em laboratório no campus Ouricuri.

 

Samuel tomou posse como técnico em laboratório no campus Ouricuri

"Eu sempre tive interesse pela construção civil. Com a chegada de muitas empresas dessa área em Salgueiro, acabei conhecendo o trabalho de um engenheiro civil, e decidi que seria a carreira que eu ia seguir. Na época, achei que o curso técnico em Edificações era uma maneira de me preparar para o vestibular em Engenharia, então fiz o curso pelo Pronatec, e foi durante a vivência das aulas que conheci os técnicos em laboratório de Edificações. Achei muito interessante trabalhar ajudando as pessoas a descobrir coisas novas e a se apaixonar pela área, mas pensava que esse cargo era algo muito distante da minha realidade. Hoje, estou aqui ocupando esse cargo que eu achava inalcançável. Provei a mim mesmo que sou capaz, apesar das dificuldades", explicou Samuel.

As dificuldades não foram poucas. Ao longo dessa trajetória, Samuel precisou conciliar a graduação em Engenharia (em Serra Talhada) com o trabalho em Ouricuri, percorrendo mais de 400km por dia, de ônibus, para dar conta das atividades. "Eu saía às 5h e voltava meia noite. Estudava nas vans, nos ônibus, gastava quase todo o meu salário com transporte e alimentação. Hoje estou terminando o 9º período, e só eu sei como é gratificante olhar para trás e ver que valeu a pena. Toda batalha pode ser vencida por aquele que tem fé", lembrou o técnico.

A história dele já foi notícia no site do IF Sertão-PE na época da aprovação no concurso de Ouricuri. Ela está disponível aqui.