Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

130 anos da abolição da escravatura no Brasil são celebrados no campus Serra Talhada com debates, oficina e roda de capoeira

Com o tema “Abolição da Escravatura no Brasil: que abolição foi essa?”, estudantes e servidores do campus Serra Talhada do IF Sertão-PE puderam, durante toda esta terça-feira (23), debater, refletir e conhecer um pouco mais sobre esse período histórico e os desdobramentos desta data tão importante para a memória do nosso país, celebrada no dia 13 de maio. O evento teve em sua programação mesas-redondas, oficina, sessão de cinema e apresentação de um grupo de capoeira. 

 


O auditório do campus lotou para assistir a mesa-redonda que discutiu a abolição da escravatura no Brasil

Pela manhã, no auditório do campus, os presentes puderam assistir à mesa-redonda mediada pela professora de História do campus, Valéria Costa, a respeito do tema do evento. Junto aos convidados, a escritora e ativista Inaldete Pinheiro e o professor Marciel Silva, foi debatido com os estudantes as consequências da abolição tardia no Brasil, a importância de levar em consideração também esta data, destacando os agentes políticos negros que contribuíram para ela. Segundo Inaldete, as escolas têm obrigação de levar esse tipo de reflexão aos estudantes. “Acredito que aqui, por ser um espaço de educação, precisa mostrar o que é a sociedade. Desta forma, é inviável que este espaço mantenha o mesmo sistema excludente que a sociedade mantém. Alguma coisa do que foi debatida aqui ficará na mente destes estudantes”, destacou a escritora. 


O ginásio do campus foi utilizado para a oficina de danças afro-latinas

No período da tarde, foi exibido o filme nacional “Besouro”, através da parceria com o grupo de pesquisa DADÁ, dormado por estudantes da UFRPE/UAST. Logo após, os participantes realizaram uma oficina de dança afro-latinas, ministrada pelo professor Yeman Zapata. Segundo a aluna do campus Rita Rodrigues, o debate promovido pelo evento em celebração à abolição, a fez refletir sobre várias questões. “Gostei principalmente por ter aprendido coisas que ainda não sabia. Entendi mais questões ligadas ao movimento negro e racismo”, afirmou a jovem.


O grupo de capoeira Muzenza se apresentou para os estudantes e servidores do campus

À noite, a programação continuou com a apresentação do grupo de capoeira Muzenza, que realiza um trabalho social em Serra Talhada. Foi realizada novamente a mesa redonda que ocorreu no turno da manhã, para contemplar os estudantes do período noturno. A presidente da comissão organizadora do evento, Valéria Costa, conta que o evento surgiu dessa necessidade de fazer os estudantes repensarem a abolição da escravatura no Brasil “É importante refletir em cima da data 13 de maio para entendermos que a escravidão não acabou apenas do ponto de vista jurídico, politico, mas também terminou uma hierarquia social, mas daí temos uma permanência cultural, que infelizmente temos até hoje.  Trazer isso em debate foi nosso real objetivo no evento”, concluiu a professora. 

Campus Serra Talhada

 

  • Rodovia PE 320, KM 126, Zona Rural
    Caixa Postal 78 | Serra Talhada/PE - Brasil
  • cst.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br