Grupo de Estudo realiza primeiro encontro para debater ecofisiologia e estresse de plantas

O campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE realizou, na última quinta-feira (5), o primeiro encontro do Grupo de Estudos em Ecofisiologia e Estresse de Plantas (Geesp). Orientado pela professora Ana Rita dos Santos, ao lado dos estudantes de Agronomia, Eduardo Andrade, Jonathas Ranver e Letícia Mirella, o grupo tem como objetivo incentivar e apoiar estudos, fomentar projetos de pesquisa e inovação que envolvam a temática.

 

Coordenadora do projeto, professora Ana Rita dos Santos explicou objetivos do grupo de estudos

Para o estudante Jonathas, a ideia do grupo é também conectar os saberes acadêmicos com a prática realizada no dia a dia. “Nosso objetivo é que seja uma troca de conhecimentos, que haja espaços para dúvidas, para que os problemas do produtor sejam discutidos e investigados através da pesquisa”, afirmou. “Nossa intenção é ter um contato mais próximo entre sociedade, produtores e IF Sertão-PE”, disse Eduardo Andrade. 

Professor Francisco Amorim fez a apresentação inaugural do Geesp

O professor Francisco Amorim foi o convidado para a reunião inicial do Geesp e comentou sobre o artigo do jornal Folha de São Paulo intitulado “Podemos produzir vinhos a todo custo, mas devemos? Mesmo com boa intenção, clima tropical é o mais difícil para as videiras”, publicado em janeiro deste ano. O professor apresentou dados sobre a vitivinicultura no Vale do Submédio do São Francisco e refutou afirmações feitas ao longo do artigo, a partir de aspectos que marcaram o desenvolvimento e a consolidação dos vinhos da região em todo o mundo.

A proposta do Geesp é que sejam realizadas reuniões semanais, presencialmente e através de salas de estudo virtuais. O próximo encontro está agendado para esta quarta-feira (11), com a temática Biofertilizantes na Agricultura. Os interessados podem obter outras informações sobre o calendário de reuniões e inscrições no Grupo através do e-mail geesp.if@gmail.com.