Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Milhares de alevinos são soltos no Rio São Francisco em Santa Maria da Boa Vista

Trinta e um mil alevinos das espécies nativas piau, pacamã e curimatã foram inseridos na última sexta sexta-feira (17) no rio São Francisco na altura do município de Santa Maria da Boa Vista, no sertão de Pernambuco. O peixamento fez parte de um conjunto de atividades voltadas a estudantes do câmpus Santa Maria do IF Sertão-PE, promovidas pela superintendência da Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) sediada em Petrolina (PE).


Alevinos são peixes recém-saídos dos ovos

O objetivo das atividades foi apresentar trabalhos desenvolvidos pela empresa aos alunos dos cursos de edificações e agropecuária do câmpus do IF Sertão-PE no município. Além de alunos e professores, estavam presentes pescadores da região. As atividades do dia tiveram início com uma apresentação de ações da Codevasf no estado, conduzida pelo gerente regional de revitalização de bacias da Companhia em Petrolina, Elijalma Augusto Beserra. Num segundo momento, a engenheira Química Adriana Nascimento e o engenheiro de Pesca Rozzano Figueiredo, da Estação de Piscicultura do Bebedouro, em Petrolina, apresentaram informações sobre o Rio São Francisco e suas características. Foi descrito o processo de criação e cuidados com os peixes, alimentação, desova, logística de transporte na atividade de peixamento, a importância da preservação das espécies, período da Piracema, dentre outras informações.

Estudantes do curso de agropecuária do câmpus Santa Maria que presenciaram o peixamento reconheceram a ação como um esforço de proteção do rio. “Foi uma grande emoção, porque o rio está precisando. As pessoas estão destruindo, pescando fora da época, então é uma alegria imensa [participar do peixamento]”, disse a estudante Maria Aparecida Mota da Silva. A aluna Daiane dos Santos também acredita ser importante o repovoamento do rio: “Aos poucos a gente está vendo que estão acabando as espécies e com isso nós estamos devolvendo vida ao rio”. O diretor em exercício do câmpus, professor Francisco Gama, espera ampliar a parceria com a Codevasf. “Esse é um trabalho importante para a valorização das espécies. Estamos à disposição para novas parcerias para ajudar a população carente dessas ações”, afirmou o diretor.

Estudantes do câmpus Santa Maria participaram de um importante esforço de proteção ao rio

A ideia de realizar o peixamento no município de Santa Maria da Boa Vista surgiu em uma visita realizada pelo diretor-geral do câmpus Santa Maria da Boa Vista, Jeziel Júnior da Cruz, e sua equipe, composta pelos professores de Agropecuária, Roberto Holanda (Coordenador do Curso), Prof. Luis Carlos Pita e Francisco de Assis de Lima Gama à Codevasf e posteriormente ao Departamento de Psicultura do órgão, momento em que ficou acordada a ação. Este foi apenas o primeiro evento realizado nas dependências do câmpus, como atividade pedagógica e com convidados de outros órgãos; o segundo evento será a 1ª Semana do Meio Ambiente, programada para a primeira semana de junho.

Com informações e foto da ASCOM Codevasf e Roberta Duarte

Campus Santa Maria

 

  • BR 428, Km 90, Zona Rural
    CEP: 56.380-000 | Santa Maria da Boa Vista/PE - Brasil
  • csmbv.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 99952-8816