Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Projeto desperta para importância das abelhas e sua preservação

O campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE apresentou, no último sábado (5), o novo espaço do Meliponário Didático, que tem como objetivo despertar para a educação ambiental e para a importância da abelha na natureza e sua preservação. O evento aconteceu em alusão ao Dia Nacional da Abelha, celebrado em 3 de outubro. 

 

Visitantes têm a oportunidade de conhecer as abelhas e suas características

Fruto do projeto de Extensão “Meliponário: instrumento didático para educação ambiental”, o local é um convite ao aprendizado sobre as abelhas. Além disso, propõe integrar o visitante à natureza, despertando sentidos através do jardim sensorial, com diferentes sons, cores, cheiros, texturas e os sabores do mel. 

Meliponário tem três espécies de abelhas nativas da Caatinga: mandaçaia, manduri e moça branca

“Buscamos criar um ambiente favorável às abelhas e que consegue despertar os sentidos nas pessoas. Quandro abrimos a colmeia percebemos cheiros diferentes, colorações diferentes, temos a possibilidade de degustar o mel. Nossa ideia foi tornar o ambiente agradável de modo que as pessoas percebam como é bom estar em contato com a natureza e que tenham essa vontade de preservar”, afirmou a orientadora do projeto, professora Carla Samantha. 

Espaço é dedicado a todas as idades e propõe integração com a natureza

O meliponário dispõe de três espécies diferentes de abelhas sem ferrão, nativas da Caatinga: mandaçaia, manduri e moça branca. “A estrela do local é a abelha e nosso intuito é que tenhamos a maior diversidade de espécies nativas brasileiras possível, de preferência que tenham ocorrência na região”, informou Carla. 

Jardim Sensorial: ambiente agradável e propício para o desenvolvimento das abelhas

Para a estudante de Agronomia Jerce Carla, participar do projeto como bolsista tem sido uma experiência única. “É um aprendizado constante, porque além de proporcionar o contato direto com pessoas de todas as faixas etárias, através dele consegui conhecer as espécies nativas de abelhas da região”. Jerce destaca ainda a satisfação em poder incentivar a conscientização em relação à preservação. “As crianças saem respeitando mais as abelhas ao entender sua importância para a produção de alimentos, passam a ter maior cuidado com elas e com a natureza de forma geral”, disse. 

A bolsista do projeto, Jerce Carla, ao lado da orientadora, professora Carla Samantha

Frequentemente têm sido veiculadas notícias sobre o desaparecimento de abelhas e o risco que causariam à população se entrassem de vez em extinção, já que o inseto é responsável pela polinização de grande partes das plantas. De acordo com a professora Carla Samantha, diversos fatores levam ao desaparecimento ou morte do inseto, como o uso indiscriminado de agrotóxicos, desmatamento, queimadas, poluição. O Meliponário Didático é uma oportunidade de aprender mais sobre como podemos preservar e evitar o desaparecimento das abelhas.

Qualquer pessoa ou grupo interessado pode conhecer o Meliponário, bastando agendar a visita através da Coordenação de Extensão do campus ou pela página do Instagram do espaço (@meliponarioifsertaocpzr). 

Reitoria

 

    • Rua Aristarco Lopes, 240 - Centro
      CEP: 56302-100 | Petrolina/PE - Brasil
    • comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
    • (87) 2101-2350